sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Machismo

Muitas são as pessoas que no meu dia-a-dia me chamam de machista. Não acho que seja machismo considerar que existe certo tipo de acessórios e certo tipo de trabalhos que são mais adequados para as mulheres.Vou dar-vos um exemplo de uma profissão e não vou falar em doméstica para não ferir susceptibilidades, vou falar de professor de escola primária.
Eu nunca vi um professor de escola primária, na primária tive sempre professoras e mesmo no 5º e 6º anos tive mulheres a dar aulas. As mulheres têm a habilidade de cuidar de crianças, é um dom que nasce com elas e não há nada a fazer.
Outra coisa que também é tarefa de mulher, é a limpeza, os homens nascem sem jeito para lidar com a vassoura e pelo contrário, as mulheres têm um especial jeito para lidar com este objecto.

Não uso cremes hidratantes, acho que é outra coisa que foi feita para as mulheres.

Mesmo pensando que o lugar da mulher é na cozinha, a limpar a casa e a cuidar da criançada, acho que não sou machista.

17 comentários:

Bloody Mary disse...

Machista? Naaaaaaa...

a miúda dos 19 disse...

meu amigo....não entremos em agressões verbais!! se não gostas do que lês tens bom remédio....

mas sabes...os campónios é que costumam pensar estas coisas.....hoje em dia já somos todos um bocadinho mais avançados....

a miúda dos 19 disse...

piadão!!!
já estava a rogar-te pragas!! loool

Ana_Katy disse...

Olaa.

Bem, deixa-me dizer antes de mais alguma coisa que aquilo do "personagem de anime" tem história por trás. Por isso é que coloquei no perfil.
Se não tivesse uma certa piada, sim concordo ctg, era [no mínimo] estúpido.

Em relação 'as mulheres terem mais jeito para crianças... Depende. Ha' algumas q n têm. E ha' algumas que tbm não têm jeito para a cozinha.Ora, se nem uma coisa nem outra, que fariam então? =D

Beijinhos

The Pink Whale . disse...

Que fique aqui registado que o banco que disseste como tendo humidade, sujidade, etc, é apenas um pouco antigo, coisa que aprecio.
Não sei onde consegues ver humidade ou sujidade através da foto, mas garanto-te que não está lá...
Até porque se não eu não gostaria do banco, okay?
PS: Um conselho: preocupa-te mais com coisas mais importantes para além da sujidade ou humidade dos bancos, há uma coisa muito bonita que existe, chamada vida própria.
Os melhores cumprimentos, votos de um Bom Natal e Feliz Ano Novo. *

_BrEkAs_ disse...

As mulheres têm jeito pa putos? Se forem todas como eu, acho que o futuro da humanidade está em risco... Teremos próximas gerações com intensas necessidades afectivas e higiénicas (mudar fraldas??pfff)...

a,driana disse...

É óbvio que as diferenças entre os sexos não são unicamente biológicas. No entanto, não concordo quando dizes que o lugar da mulher é na cozinha porque isso é muito limitativo (não considero um insulto porque dominar a cozinha tem muito que se lhe diga, a conotação geral dada a isso é que é super negativa).
Acho não existe um sexo que se sobreponha ao outro.
Ah! Mas hoje em dia, cada vez é mais difícil generalizar e não se pode ser tão dogmático porque cada vez se torna menos perceptível o contraste entre os sexos.

rufiazinha disse...

Estas actividades são do melhor que há!
Mas eu não sou escuteira, sou acólita.. =P
Ali na foto está um escuteiro connosco, mas é porque nos damos todos bem e nos ajudamos uns aos outros, pelo menos na nossa paróquia. E aquele escuteiro também é acólito, há 25 anos! =D

Mas vá... neste banco alimentar os acólitos estiveram a fazer a recolha num supermercado e os escuteiros noutro, mas mesmo ao lado do nosso... tanto que partilham o parque de estacionamento. Depois só deveriam ir à Sede do BAO os coordenadores da actividade, mas o presidente dos acólitos é um fixe e levou-me também... eu, a entrada mais recente para os acólitos! =P

*

sol disse...

tens piada!!!! n es machista...naaaaaaaa k ideia... respondendo agora ao teu comentario: sim o baile de finalistas e nas ferias do natal e a viagem e nas ferias da pascoa... kual e o stresse??
sp foi assim...lol
bjos

telma disse...

eu e as vassouras também não temos uma relação muito amistosa :D *

vou add o teu blog.

Aquela rapariga.. disse...

tu machista???

que jeito!!!

quem e que disse essa barbaridade??:S

ahahah

tens piada ou nao

jose carlos megre disse...

Como homem, tenho vergonha de ainda haver machistas como você. E ainda por cima acham que não são!

Ana disse...

Feminismo
Muitas são as pessoas que no meu dia-a-dia me chamam de feminista. Não acho que seja feminismo considerar que existe certo tipo de acessórios e certo tipo de trabalhos que são mais adequados para os homens. Vou dar-vos um exemplo de uma profissão e não vou falar em 'homem do lixo' para não ferir susceptibilidades, vou falar de 'professora de escola primária'.
Eu nunca vi nenhum homem ser professora de escola primária, na primária tive sempre mulheres professoras e mesmo no 5º e 6º anos tive mulheres a dar aulas. Se tivesse sido um homem, como há muitos pelo nosso país, então chamar-se-ia professor. Não sei de nenhuma profissão que mantenha o género feminino para se referir a uma pessoa do sexo masculino. As mulheres têm a habilidade de cuidar de crianças, é um dom que nasce com elas e não há nada a fazer. Algumas... outras não. Exactamente como acontece com os homens.
Outra coisa que também é tarefa de homem é a limpeza dos caixotes do lixo, as mulheres nascem sem jeito para lidar com o carro do lixo e, pelo contrário, os homens têm um jeito especial para lidar com este objecto.

Não uso cremes de barbear, acho que é outra coisa que foi feita para os homens.

Mesmo pensando que o lugar do homem é na rua, a limpar toda a cidade e a cuidar de nunca deixar fugir o carro do lixo, acho que não sou feminista (no mau sentido da palavra).




Esta não é a minha forma de pensar... mas podia bem ser! ;)

Rufino Cosme disse...

muito bom ana, gostei da resposta!

Sara LóLó disse...

What the fuck???

Em que ano é que nasceste????

=S

Sara LóLó disse...

Ups... (agora punha aqui um bonequinho japonês com uma gotinha em cima da cabeça)

Nesse caso peço desculpa...

Devo confessar que fiquei um pouco na dúvida, mas escreveste isso de uma maneira... E por alguns dos comentários a cima não fui a única a ficar com essa ideia...

P.S.: A piadinha dos anos matou-me... Uhh... Que medo! Tens mais 2/3 meses do eu! =P

Sara LóLó disse...

P.S.2: O bonequinho no fim da frase implica "venho em paz". O que disse no P.S. não é suposto ser um ataque. (assim só para o caso de levares a mal o que escrevi, porque só depois de publicar é que vi que podias levar a mal)