terça-feira, 1 de abril de 2008

Tino de Rans, Pão com Manteiga



Hi everybody
I am Tino, the calceteiro man
Rewind, Selecta!
Let´s reggae
One, two, three, four
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Com manteiga é tão bom
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Yeah, yeah
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Com fiambre ainda é melhor
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Yeah, yeah
Boas tascas e amores,
Não te esqueças de ter pão
Yeah, Yeah
Inundo-os em manteiga
Mas com o pão sempre à mão
Yeah, yeah
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Com manteiga é tão bom
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Yeah, yeah
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Com fiambre ainda é melhor
Pão-pão-pão-pão-pão-pão
Yeah, yeah
É o nosso tapa-estomágo
O bagaço e cheiro a trigo
Yeah, Yeah
O jogo de toma e come
O teu sustento, meu amigo

Só um grande exito permanece assim, combatendo o esquecimento.

2 comentários:

telma disse...

O 'tal' cantor que todas as nações se orgulham de ter. ^^

candida disse...

o tal socialista que foi explorado e gozado por uns corruptos socialistas, gente do pior que eu nem queria nem para me varrer a cozinha.
repararam no ar de gozo dos senhores doutores tão distintos, tão para cima, tão superiores, tão aventais de casta e banha e naquele arzinho maroto da pirosa da edite estrela que talvez em tom professoral tenha corrigido uma ou duas gaffes do calceteiro saloio. gora, o piroso do guterres anda ai numa fona atrás dos refugiados e a puta da de felgueiras fode com o saco azul. o ferro rodrigues deve andar atrás duns rapazinhos segundo consta.

P.S.: eu, quando votava, sempre votei no P.S.